“Vamos casar!!!!”

Pronto, a partir de agora o caminho será longo, estão prestes a dar os primeiros passos mais importantes da vida de vocês, porém não será fácil, mas com certeza nenhum esforço será em vão. São muitas coisas para pensar e organizar, por isso é importante e essencial um planejamento minucioso. A primeira coisa que tenho para dizer é: Listas, suas melhores amigas daqui pra frente!

1. Tipo de cerimônia ou celebração

Essa é a primeira coisa que devem decidir. Quem tipo de cerimônia pretendem realizar? A escolha influenciará nas demais decisões e também nos gastos. Existem vários tipos de cerimonias e uma delas com certeza combina com vocês.

  • Cerimônia religiosa ou apenas o civil?
  • Intimista ou extravagante?
  • Tradicional ou moderna?
  • Um coquetel básico ou um banquete?
  • Na igreja, no campo ou na praia?

O casamentos civis são realizados geralmente em cartórios, mas existe a opção de levar um juiz para o local da cerimônia, mas isso tem um gasto extra, o ideal é que consultem os preços das diferentes cerimônias para não terem sustos. Saibam como é o passo a passo para o casamento civil.

Nas cerimonias religiosas em igrejas é preciso tempo, pois a maioria delas tem filas enormes de espera, por isso façam uma lista de possíveis locais para ver qual é a melhor opção para vocês.  Perguntem das datas disponíveis e também dos procedimentos que devem realizar, o tipo de decoração, a música, o fotógrafo e principalmente sobre todos os custos da cerimônia.

tipos-de-tapetes-para-casamento

2. A data

Muitos casais nem ficaram noivos, mas já tem em mente uma data para o grande dia. Mas é preciso para e pensar em algumas coisinhas básicas que as vezes podem passar despercebidas. Vamos pensar  nos contratempos:

  • Seja na igreja, na fazenda ou em uma casinha de sapê, veja as datas disponíveis. Lembre-se que se a festa for em um lugar diferente da cerimônia, as datas devem bater, e o ideal é que os locais sejam próximos para facilitar o deslocamento dos convidados. Por mais idiota que possa parecer, isso acontece, a adrenalina é tanta que fazem as noivas agirem na emoção.
  • Mesmo que o casamento seja de vocês, pensem em tudo o que pode impedir a presença dos convidados. Algumas pessoas importantes já podem ter compromissos; os feridos e férias também podem dificultar a presença deles. Se forem especiais, vale a pena repensar a data.
  • Importante: não esqueçam que a data influenciará também na lua-de-mel, principalmente em relação aos gastos (alta e baixa temporada).

Difícil né?! Mas de qualquer forma, a data não será definitiva até que o lugar da cerimônia e da festa sejam reservados.

tips-for-wedding-planning

3. O anúncio

É hora de gritar para todo mundo ouvir! Rs. Avisem os familiares e amigos que o evento do ano já tem data e horário pré-definidos, se já definiram melhor ainda. Avisem com antecedência para que possam se organizar, mesmo que entreguem os convites depois.

4. Divisão de tarefas

Noivinhas, muitas vezes esse é um sonho mais nosso do que deles. Por mais que ele dê ideias sem noção, lembre-se de que o grande dia será dos dois e o noivo deve participar das escolhas e principalmente das tarefas. Ao primeiro momento, você vai achar que consegue dar conta de tudo, mas planejar um casamento não é uma tarefa fácil e muitas vezes terão situações estressantes.

O ideal é dividir as funções. Ele pode não ser bom com a decoração, mas é ótimo em organizar a documentação. E assim vão distribuindo as tarefas, mas não esqueçam que no final a decisão é do casal. E se ele disser: “Escolhe aí, eu confio em você”, mostre para o quão importante é a opinião dele.

erros-noiva-planejar-casamento-casar-min

5. Número de convidados

Esse tópico é determinante para muitas coisas, como: a escolha do local da cerimônia e da festa, tipo e quantidade do buffet (comidas e bebidas), lembrancinhas… Tudo isso influenciará diretamente no orçamento do casamento. Então, façam uma primeira lista, depois alterem de acordo com o que vocês imaginam. Talvez fique mais fácil, pensar nessa lista para depois procurar o local adequado que comporte todos os convidados.  Um dica: peçam o orçamento para X número de pessoas, as vezes fica mais fácil tomar as decisões.

convidados

6. Orçamento

Elaborar um orçamento estimado ajudará vocês a controlar e a evitar gastos a mais. O objetivo, é ver quanto de dinheiro vai ser destinado para cada coisa e evitar excessos. É importante levar definirem quem assume cada coisa, quem paga o que. Por mais que a tradição “O pai da noiva paga tudo” tenha ficado no passado, muitas vezes os familiares ajudam nos gastos, então coloquem isso na planilha.

planejamento_casamento1

Ufa!!! Pronto, esses são os primeiros passos desse caminho encantador!

 

Deixe um comentário