Além de ser o mês mais romântico do ano, junho também é o mês das noivinhas caipiras!

Para isso vamos mostrar um casamento pra lá de caipires, para nos inspirar.

Falamos com a noivinha Larissa que teve o seu casamento realizado em Fernão, interior de SP uma cidade com cerca de 100 mil habitantes. Larissa é de São Paulo, mas por ter família em Duartina (pouco mais de 350 km da capital) vivia indo pra lá, foi então que o caipira Paulo nascido na cidade laçou seu coração e inspirou o casório.

Foto: Nayara Zattoni Fotografias
Foto: Nayara Zattoni Fotografias

O casal namorava a distância há 1 ano, ele em Pernambuco onde trabalhava e ela em São Paulo, foi então que decidiram juntar as escovas de dente. A ideia inicial era casar apenas no civil e guardar grana para o casório na igreja com tudo o que tem direito, mas como acontece muito, casais que deixam a cerimonia para depois acabam adiando cada vez mais por sempre aparecer imprevistos, principalmente financeiros (#ficadica). Então, já que vamos casar…os pombinhos casaram na igreja, no cartório e ainda tiveram a benção de um diácono na chácara onde aconteceu a festa.

A cerimonia na igreja foi em uma quinta-feira no final da tarde somente para a família.

393144_10200196341328304_362380020_n

casorio-Larissa

Na chácara aconteceu a festa, o que para eles foi arriscado por ser um um local aberto, mas usando a criatividade tudo se ajeita.

Foto: Nayara Zattoni Fotografias
Foto: Nayara Zattoni Fotografias

“E não é que no dia anterior choveu a noite toda e a madrugada inteira, cada trovão que clareava o quarto. Passamos a noite em claro, rezando, mas já imaginamos que estaria tudo estragado no dia seguinte, pois já estava tudo decorado e organizado. O mais incrível de tudo, é que na chácara que fica a 6 km da cidade, nenhuma gotinha caiu do céu” Larrissa. Ufaaaaaaaa!

Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni

Como uma noivinha prendada Larissa faz artesanatos, o que ajudou e muito para economizarem. Ela fez desde arte do convite até as lembrancinhas. Com a ajuda da internet conseguiu ter muitas referências de casamento nesse estilo, encontrou muitas ideias na cultura americana. E utilizou coisas do próprio cotidiano de quem mora no interior: Ferraduras, feno, tonel de pinga, roda de carroça antiga, caixotes, as lembrancinhas foram garrafinhas com pinga…

Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni

O cardápio servido foi: arroz, vinagrete, farofa, batatinha no molho e espetinhos. E ainda teve uma dupla sertaneja para tudo ser perfeito.

Apesar de toda a correria e loucura, a noivinha caipira afirma que foi o dia mais feliz da sua vida. E completa: “dor de cabeça, imprevistos, correrias, sempre existirão, mas sempre dará tudo certo. Quando chegar o grande dia, passará muito rápido, então aproveitem cada segundo”.

E deixa a dica, “Usem e abusem da internet para ter ideias. E CASEM DE BOTAS!”

Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni
Foto: Nayara Zattoni Eleita a melhor foto de casamento na revista São Paulo, da Folha de São Paulo, em 2013.

Deixe um comentário